Presidente da FIERN destaca avanços proporcionados pelo PROCOMPI

16/08/2018   15h09

 

Os gestores do Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias (PROCOMPI) estão reunidos, em Natal, durante dois dias, em um encontro que reúne representantes da CNI, das Federações das indústrias estaduais e do SEBRAE Nacional. Aberto pelo presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo, o encontro faz uma avaliação das atividades do PROCOMPI, além de discutir oportunidades de avanços e as perspectivas do programa.

 

“O PROCOMPI fortalece a unidade sindical e as micro e pequenas empresas industriais, com ferramentas de apoio para que os empresários cooperem nos seus respectivos setores, com o apoio das instituições como SEBRAE, CNI e, no caso do Rio Grande do Norte, do Sistema FIERN”, destacou Amaro Sales.

 

Presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo

 

Ele acrescentou que o PROCOMPI assegura, em segmentos nos quais é desenvolvido, melhorias na qualidade dos produtos e na competitividade das empresas”. “Hoje os dez setores da economia do Estado que participaram ou participam do Programa têm uma história de êxito para contar. São trajetórias que podem ser classificadas como ‘Antes do ‘PROCOMPI’ e ‘Depois do PROCOMPI’”, disse.

 

Avaliação semelhante fez o superintendente do SEBRAE-RN, José Ferreira de Melo Neto. Ele avaliou o projeto como “plenamente exitoso”. E destacou a interação entre as áreas técnicas do SEBRAE-RN e do IEL-RN que fazem a gestão e a execução dos projetos no Estado. “Somos um caso de sucesso, com essa atuação integrada”, comentou.

 

Na abertura do encontro, o diretor primeiro tesoureiro do Sistema FIERN, Roberto Serquiz, fez o lançamento do aplicativo que vai aproximar a indústria de reciclagem dos potenciais fornecedores de resíduos utilizados no setor. O aplicativo é um dos resultados da execução do PROCOMPI. Serquiz, que também preside o Sindrecicla-RN, também destacou projetos de lei – de iniciativa da deputada Cristiane Dantas, que participou do encontro. Esses projetos de lei que estão em tramitação na Assembleia Legislativa estabelecem as diretrizes da Política Estadual de Reciclagem e regulamenta a exigência de produtos reciclados nos editais públicos. Também participaram do encontro, o diretor de Inovação do Sistema FIERN, Djalma Cunha Júnior, e o presidente do Sindfrutas, Ricardo Valença.

 

Diretor primeiro tesoureiro do Sistema FIERN, Roberto Serquiz

 

O evento prossegue nesta sexta-feira, 17, com a participação no auditório do Serhs Natal Grand Hotel das gestoras nacionais, Suzana Peixoto e Durcelice Mascene, que apresentam um balanço dos resultados do programa.

 

Durante o encontro, são compartilhadas as ações do PROCOMPI desenvolvidas nos estados, com debates e dinâmicas para o aperfeiçoamento das práticas de gestão por parte dos comitês nacional e estaduais.

 

Gestora nacional do Programa, Suzana Peixoto

 

O PROCOMPI é uma parceria da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Sistemas Indústrias dos Estados para a execução de ações que visam elevar a competitividade das empresas industriais de pequeno porte, por meio do estímulo à cooperação, à organização do setor e ao desenvolvimento empresarial e territorial.

 

No Rio Grande do Norte, é desenvolvido desde 2004, com o apoio de setores industriais relevantes para a economia regional. Na atual edição, iniciada em 2016, o IEL/RN possui cinco projetos aprovados, e em execução, pelo Programa, para cinco setores industriais distintos: Água Mineral, Polpas de Frutas e Sorvetes, Reciclagem, Gráfico e Cerâmica Vermelha.

 

Neste primeiro dia da programação, após a abertura, houve a palestra, de Klauss Durães, com o tema “Surpreendendo o Cliente”.

 

 

No segundo dia, nesta sexta-feira (18), haverá exposições de casos de sucessos e impactos do PROCOMPI, desenvolvidos em quatro estados e setores: Rio Grande do Norte, na indústria de Água Mineral; Distrito Federal, na Tecnologia da Informação; Santa Catarina, em Madeira e Móveis; e Minas Gerais, na Construção Civil. Depois os consultores da CNI vão responder sobre questões relacionadas à implementação dos projetos.

 

Antes do encerramento do encontro, será apresentada uma prestação de contas dos projetos, por Cristiano Silva e Larissa Almeida (Comitê Nacional) e Diana Prado e Vinícius Paz (Gerência de Convênios da CNI); além do Game Jornada PROCOMPI, um jogo interativo para aprendizado sobre aspectos técnicos do programa.

  • Juntos Pelo Desenvolvimento

  • Por uma indústria segura, saudável e produtiva.

  • Com a Indústria pela Inovação, Produtividade e Sustentabilidade.

  • Somos o elo entre o Saber e o Fazer.

  • A força do Brasil na indústria.