Consultor visita empresas do RN que aderiram ao Programa de Inovação nos Pequenos Negócios

21/02/2018   14h26

As empresas que aderiram ao Programa de Inovação nos Pequenos Negócios conseguiram assimilar métodos que permitem avançar na gestão dos empreendimentos e atualizar seus processos, procedimentos, produtos e serviços. A avaliação é do consultor Rodrigo Carrijo, do IEL Nacional, que esteve em Natal, nesta semana, para acompanhar o andamento do programa.

 

Carrijo disse que essas empresas perceberam, com a consultoria dada pelo programa, que a inovação não é inalcançável, desde que se tenha uma gestão adequada.

 

 

O Programa Inovação para Pequenos Negócios é desenvolvimento em uma parceria entre a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e, no Rio Grande do Norte, o Sistema FIERN, por intermédio do Núcleo de Apoio à Inovação do RN (NAGI).

 

No Estado já aderiram, na primeira etapa do programa, vinte empresas: Gascana, Jarauto, Pão Petrópolis, Creatoris Mater (Berillo), Inpel, Quali Engenharia, Mac Barbalho, Aquacoco, Vulganus, MD8, Thermocon, Chapinha, Ecobrit, P&P Indústria Recuperadora de Metais, Casa dos Salados, Cerâmica Itaja, Kadoll Division, Granfort, Agropecuária São Pedro (Clan) e Tapuio.

 

 

O programa está tendo continuidade e recebendo novas adesões. Houve, no dia 16, a uma apresentação para representantes de trinta empresas. A intenção é assegurar consultoria e orientações para a gestão de inovação, com um subsídio de 80% no investimento necessário ao desenvolvimento do projeto.

 

Para aderir ao “Inovação para Pequenos Negócios”, é preciso ser micro ou pequena empresas e estar classificada na atividade principal de indústria. A consultoria é subsidiada e dividida em doze parcelas. Os contatos com NAGI-RN podem ser feitos pelo telefone 84 – 3204 6256 ou pelo e-mail nagirn@fiern.org.br.

  • Juntos Pelo Desenvolvimento

  • Por uma indústria segura, saudável e produtiva.

  • Com a Indústria pela Inovação, Produtividade e Sustentabilidade.

  • Somos o elo entre o Saber e o Fazer.

  • A força do Brasil na indústria.