Água mineral tem alta confiabilidade dos potiguares

14/12/2017   11h29

 

As elevadas temperaturas no Rio Grande do Norte têm feito subir as vendas de água mineral em garrafões de 10 e 20 litros. Só em outubro, foram consumidos quase 50 milhões de litros do líquido em todo o Estado e a expectativa é de que este número seja ainda maior nos próximos meses. Um reflexo não só do calor que provoca naturalmente maior ingestão da bebida potável, mas também da alta confiabilidade que o consumidor potiguar tem na qualidade da água mineral das fontes locais. O selo de legalidade obrigatório nos rótulos dos garrafões e a ideologia crescente entre as pessoas de consumir produtos saudáveis, também são situações que favorecem o setor.

 

Estes dados estão no relatório da Euromonitor International, companhia internacional de consultoria, com sede sem São Paulo, especializada em pesquisa e análise de mercado. A empresa foi contratada pelo Sindicato de Bebidas e Águas Minerais (Sicramirn/RN) através do Programa do SEBRAE de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias – Procompi, com a proposta de traçar um panorama geral do setor de água mineral no RN.

 

O documento foi apresentado pelos consultores e pesquisadores na última terça-feira (12/12), no auditório da Fiern, aos empresários das fontes. “A conclusão do relatório é positiva e este estudo nos fundamentará para definirmos melhores estratégias e boas práticas para, cada vez mais, oferecer maior qualidade de algo tão precioso que chega à mesa dos consumidores”, resume Djalma Júnior – Presidente do Sicramirn.

 

 

Para apresentar o relatório, pesquisadores da Euromonitor visitaram cidades potiguares durante 90 dias. Entrevistaram consumidores, funcionários e diretores nas fontes de água, em mercadinhos, lojas de conveniência e distribuidoras. Os depoimentos auxiliaram toda a pesquisa feita para gerar o panorama atual do mercado de águas minerais do Rio Grande do Norte. O Estado conta com 20 fontes de água mineral que geram cerca de 16 mil empregos diretos e indiretos.

  • Juntos Pelo Desenvolvimento

  • Por uma indústria segura, saudável e produtiva.

  • Com a Indústria pela Inovação, Produtividade e Sustentabilidade.

  • Somos o elo entre o Saber e o Fazer.

  • A força do Brasil na indústria.